A Psicomotricidade Relacional é uma pratica educativa, que no ambiente escolar tem uma abordagem preventiva. É uma pratica que através do jogo espontâneo, brincar livre, permitindo a criança, ao jovem e ao adulto, expressar, vivenciar, superar conflitos relacionais propiciando um bom desenvolvimento cognitivo, psicomotor e sócio-emocional.

O trabalho com argila permita as crianças vivenciar a sujeira, a bagunça e o caos promovendo sensações proprioceptivas estimulando os matizes sensoriais como a visão, olfato, paladar, tato e sensações viscerais. A argila provoca sensações de frio, gelado, molhado, ressecado, aspereza, arenoso estimulando o aprendizado através de sentimentos diversos, reconhecimento deste corpo, descoberta do corpo, a construção do vinculo com o outro, de sujar o outro, sentir o outro e a si mesmo.