“Estava desesperada. Tinha certeza que perderia minha babá e mais uma vez teria que mudar toda a rotina da casa. Mais uma mudança, mais tempo gasto em novas adaptações e a certeza que meu problema ainda não seria resolvido. Sim, contar com apenas uma pessoa é difícil e se ela faltar você fica na mão. Sai louca visitando creches. O assunto que ainda assustava o pai e quase toda a família, me fez ter essa como a última opção, quando na verdade deveria ter sido a primeira. Coração de mãe não falha. Meu desejo inicial, desmotivado pelo medo, me fez voltar ao fim da minha licença maternidade e a confusão que virou a minha vida com tantas mudanças. Cheguei a pedir demissão do meu emprego porque não conseguia trabalhar em paz. Hoje analiso que essa decisão foi super importante para começar com o trabalho que faço hoje com os meus blogs. Feliz e agora muito aliviada. O sentimento é de arrependimento por não ter apostado logo cedo em deixar Caio no Espaço Sementinhas”. (Mamãe Lara – meu próprio relato)

Muitas mães que hoje estão com seus filhos na creche se identificam com o meu exemplo. Ele não é diferente da maioria em nada. Temos que pagar para ver e sofrer um pouco para tomar a decisão mais certa. Isso é cultural. Vivemos em um país onde a cultura de creche ainda é vista como um lugar ruim para deixar os filhos. Esqueça o modelo e formato de creche do passado. Claro, que ainda existem muitas que não evoluíram. Mas, as que estão a frente disso, provam que é a melhor opção, mesmo que você tenha com quem deixar. Mesmo que você tenha família por perto. Ainda vamos falar muito sobre a experiência que estou tendo com o baby Caio.

Agora queremos anunciar com muita alegria o início de uma parceria mais que especial para o blog: o Espaço Sementinhas. Um espaço que a cada dia me apaixono mais. Hoje digo: o que eu não dou conta em casa o Espaço completa. Sim, precisamos de ajuda e a parceria com um lugar onde não só estão cuidando do seu filho, mas também estimulando e o principal, tendo a vivência social com outras crianças, aliás, com muitas crianças é um sonho real. Era o tipo de parceria que buscávamos, mesmo antes de imaginar que um dia precisaria colocar o baby Caio em uma creche. É um assunto muito solicitado por vocês, nossos leitores e também seguidores.

ESPAÇO SEMENTINHAS – O espaço nasceu quando Carolina Montenegro, um das proprietárias do espaço, engravidou da segunda filha. Na verdade, antes mesmo de ficar grávida ela já cultivava esse desejo em montar um espaço diferente para bebês e crianças na primeira infância. As viagens pelo antigo emprego renderam buscas por visitas à creches no eixo Rio, São Paulo e Belo Horizonte. Fez uma pesquisa através do Sebrae e identificou que o seu desejo era o mesmo de muitas mães pernambucanas. Carol, nunca gostou da ideia de ter uma babá em casa. Com a primeira filha foi em busca de uma creche e só encontrava espaços para bebês maiores e sem nenhuma proposta pedagógica para bebês até 1 ano de idade. O livro ‘Creche’ da autoria Gilda Rizzo foi o grande guia junto com os cursos que fez na Escola da Vila em São Paulo. Já grávida avisou durante a licença que quando voltasse pediria demissão para inaugurar seu sonho de mãe contou com Fabiana Larocerie, sócia desde a ideia até a realização. Trabalharam duro na ideia, encontraram a casa ideal, que precisou de uma reforma e adaptações. A arquiteta Hannah Larocerie, responsável pelo projeto do Espaço participou de um seminário de projetos para escolas e berçários fora e voltou para o Recife com uma ideia diferente de tudo o que existia no mercado. “A concepção de cada ambiente seguiu diretrizes pedagógicas e máxima segurança. Assim, são mais de 10 ambientes lúdicos e que incentivam a prática de atividades, brincadeiras, descanso e interação”. 

O Espaço Sementinhas foi inaugurado em outubro de 2013 com apenas 6 bebês matriculados e desde o primeiro dia, sempre existiu uma estrutura de profissionais, no mesmo formato que prevalece até hoje. Pedagogas, auxiliares (estudantes de pedagogia), babás, nutricionista infantil, técnica de enfermagem, psicologa, fonoaudióloga, aulas de música, psicomotricidade, culinária, dança e teatro, contação de histórias, oficinas e massagem. E tudo acontece respeitando a rotina e o tempo de cada bebê e de cada criança. As turminhas são divididas por desenvolvimento e não por idade.

Hoje existem 80 crianças matriculadas. “Nossa maior preocupação é o bem estar no sentido amplo das nossas sementinhas. Elas são 100% corpo, 100% contato e 100% afeto”.

Cada criança carrega a sua própria história de vida e ela precisa ser levada em conta na condução dos cuidados e do acompanhamento. Os pais contam também com o atendimento psicológico e encontram apoio dos profissionais. Todos os dias levam para casa na agenda um registro de todas as atividades e a rotina dos filhos. Do trabalho é possível matar a saudade e até observar o convívio dos pequenos através do sistema de monitoramento com 16 câmeras disponíveis.

Ainda estão com dúvida se essa é a melhor opção??? As fotos também falam muito, vamos curtir?! Breve, muitos posts com toda a experiência do baby Caio e da mamãe Lara com o Espaço Sementinhas. Aguardem!!!

sementinhas1sementinhas2sementinhas3sementinhas4sementinhas5sementinhas6sementinhas7sementinhas8sementinhas9sementinhas10sementinhas11sementinhas12sementinhas13sementinhas14sementinhas15sementinhas16sementinhas17sementinhas18sementinhas19sementinhas20sementinhas21sementinhas22sementinhas23sementinhas24

imageimage

Espaço Sementinhas

Rua João Cardoso Aires, 555, Setúbal

Fone: 81-3019-9167

www.espacosementinhas.com.br

Facebook: espacosementinhas

Instagram: @espacosementinhas