imagen

Ao fim dos meses de amamentação, a preocupação dos pais com a alimentação dos filhos é despertada e questionam como garantir refeições gostosas e nutricionalmente completas aos pequenos, que promovam a saúde e o crescimento?

Precisamos lembrar de um detalhe: crianças não passam por Reeducação alimentar e sim por Educação Alimentar. Um importante passo para evitar problemas futuros é educar o paladar das crianças desde cedo. Nossas sugestões são as frutas e sucos frescos, papinhas salgadas e alimentos orgânicos. E gostaríamos de ressaltar outras dicas importantes:

Cuidado ao adoçar sucos e oferecer doces. Será muito mais difícil para seu filho aceitar o doce natural da fruta como algo gostoso.

Procure fazer as refeições em locais calmos e limpos. Seguir uma rotina de horários é fundamental, ajuda a regular o metabolismo da criança.

Guloseimas como salgadinhos, biscoitos recheados, refrigerantes, enlatados, café e doces devem ser evitados ao máximo. Além de super calóricos, eles contam com poucos nutrientes e com substâncias químicas prejudiciais.

E o mais importante: Os pais também devem ser bons exemplos! O ideal é que você se alimente com as crianças, consumindo os mesmos ingredientes e preparações.

Crianças que tem uma alimentação rica em cores, possui consequentemente uma alimentação mais saudável, e tendem a ser um adulto com peso e altura adequados e a crescer com baixos níveis de colesterol e com facilidade de controlar os níveis de açúcar no sangue, problema que leva ao diabetes. Temos a certeza e o desejo de trazer para o dia a dia dessas crianças ações construtivas positivas no que diz respeito à saúde e segurança alimentar, dedicando nossas competências ao serviço do bem estar de cada uma delas.

Nutricionistas : Mércia Scalia CRN6 12025 / Viviane Vasconcelos CRN6 12026